MAIS UM SONETO


DESPEDIDA

Cada pergunta tem uma resposta,
cada demanda, uma solução.
Só não perguntem quanto vale a vida
porque disso eu não entendo não.

Posso até entender a grande lida,
ver a beleza com admiração,
Mas não sei quanto vale a despedida
dos que mexeram com meu coração.

Só sei que ao chegar o meu momento
de deixar este mundo em convulsão
fá-lo-ei sem nenhum encantamento.

Se o que quis fazer foi tudo em vão,
se nada adiantou meu sofrimento,
sem a menor saudade caio ao chão.

SP 21/01/2020

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ETERNO CANDIDATO

SINAL DOS TEMPOS

MINHAS CENAS INESQUECÍVEIS